Matsushita vai produzir TVs OLED em três anos, diz jornal

terça-feira, 24 de junho de 2008 08:55 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A japonesa Matsushita Electric Industrial está finalizando planos para produzir em massa televisores de 37 polegadas feitos com diodos orgânicos emissores de luz (OLEDs) em três anos, visando alcançar os rivais na corrida da próxima geração de TVs planas, afirmou o jornal Sankei Shimbun nesta terça-feira.

Segundo o jornal, a Matsushita será a primeira a produzir TVs OLED maiores que 30 polegadas em grande escala, e que a empresa procura desafiar a Samsung Electronics pela liderança do mercado global de TVs planas.

O jornal apontou ainda que a Matsushita deve começar a vender televisores OLED por cerca de 150 mil ienes (1.390 dólares).

O porta-voz da Matsushita Akira Kadota afirmou que a empresa está considerando a comercialização de TVs OLED no futuro, mas que ainda não decidiu qualquer detalhe, incluindo a data de lançamento ou tamanho.

Diferentemente do LCD, os painéis OLED não precisam de retroluz, tornando-os mais finos e mais eficientes em termos de aproveitamento energético.

Mas os fabricantes precisam superar obstáculos como reduzir os custos de produção e maximizar o tamanho da tela com o intuito de iniciar produção em massa de OLEDs.

Em novembro de 2007 a Sony começou a vender as primeiras televisões OLED com tela de 11 polegadas.

Em janeiro o presidente da Matsushita, Fumio Ohtsubo, afirmou que levaria algum tempo até que a empresa lançasse TVs em OLED. Apesar da Matsushita, maior fabricante mundial de TVs de plasma, estar planejando lançar TVs OLED de grande porte, a demanda por esse tipo de produto não deve decolar provavelmente até 2015, afirmou Ohtsubo.

As ações da Matshushia, que em outubro irá mudar seu nome para Panasonic, fecharam em alta de 0,63 por cento.

(Reportagem de Sachi Izumi e Mariko Katsumura)