Nokia vai adquirir Symbian e abrir software da empresa

terça-feira, 24 de junho de 2008 10:16 BRT
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia está adquirindo as participações de outros acionistas na produtora britânica de software para celulares Symbian e permitirá o uso de seus programas livre de royalties para responder a novos rivais como o Google .

O software da Symbian é usado em dois terços dos celulares inteligentes --aparelhos com capacidades semelhantes às dos computadores-- e em seis por cento dos celulares como um todo, mas novas plataformas como a Android, do Google, e o iPhone, da Apple, podem desafiar seu domínio.

"A decisão é uma resposta astuta às crescentes ameaças de outros provedores de software para celulares", disse Geoff Blaber, do grupo britânico de pesquisa CCS Insight, mencionando a LiMo Foundation, que produz software de código aberto para celulares, além do Google e Apple.

No momento, o rival mais próximo da Symbian é o sistema operacional Windows Mobile, da Microsoft .

"Isso coloca muita pressão sobre a Microsoft no exato momento em que eles estão tentando encontrar espaço no mercado de consumo", disse Carolina Milanesi, analista do Gartner Group.

"Preços mais baixos são aquilo que as operadoras de telefonia móvel e o mercado precisam para promover maior adoção dos celulares inteligentes e o corte do royalty é um avanço nessa direção. Para as operadoras, é uma boa alternativa ao Android", disse ela.

A Nokia, que fabrica 40 por cento dos celulares vendidos em todo o mundo, pagará 264 milhões de euros (410 milhões de dólares) pelos 52 por cento da Symbian que ela ainda não controla, anunciou a empresa na terça-feira.

A empresa finlandesa também anunciou que ela e outros grandes fabricantes de celulares, bem como operadoras de telefonia móvel tais como AT&T, NTT DoCoMo e Vodafone, e fabricantes de chips como a Texas Instruments e a STMicroelectronics, formaram a Symbian Foundation para desenvolver ainda mais o software.   Continuação...