Demanda por celular segue tendência sazonal, diz Motorola

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 15:45 BRST
 

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - A Motorola não viu qualquer impacto sobre a demanda dos consumidores dos Estados Unidos por causa da economia e a demanda por telefones celulares está seguindo tendência sazonal até agora no quarto trimestre, disse o presidente-executivo da empresa, Ed Zander.

A Motorola informou em teleconferência de apresentação de resultados de terceiro trimestre que a indústria celular normalmente cresce dois dígitos percentuais do terceiro para o quarto trimestre.

"Estamos agora em outubro e as coisas estão indo de acordo com o plano", afirmou Zander à Reuters, em entrevista por telefone, quando perguntado sobre o impacto das preocupações com a economia norte-americana sobre a demanda dos consumidores de celulares.

O vice-presidente financeiro da empresa, Tom Meredith, acrescentou: "Eu não estou preocupado com qualquer impacto a curto prazo sobre os negócios da Motorola".

A empresa viu sua participação no mercado mundial de celulares encolher no trimestre passado. Ocupando a terceira posição entre os maiores fabricantes do mundo, atrás de Nokia e Samsung Electronics, a Motorola é a maior produtora de celulares dos EUA.

A companhia, que divulgou prejuízos nos dois primeiros trimestre do ano com vendas fracas de celulares, divulgou lucro nesta quinta-feira e estimativa de desempenho para o quarto trimestre ligeiramente melhor que as previsões de analistas em Wall Street.

A empresa, que tem 13 por cento de participação no mercado mundial, teve que mudar de foco este ano, passando do ímpeto de expansão da presença global para o foco na lucratividade a todo o custo.

Zander não quis dizer quando espera que a Motorola vai recuperar a participação perdida.

"Eu creio que temos que trabalhar todos os dias pensando sobre fatia de mercado", disse o executivo. Ele afirmou que está satisfeito com o progresso da Motorola, mas evitou fazer comentários amplos.