Simulador da Toyota quer eliminar mortes em acidentes de carro

segunda-feira, 26 de novembro de 2007 16:53 BRST
 

SUSONO, Japão (Reuters) - A Toyota Motor revelou nesta segunda-feira o que ela chama de melhor simulador real de direção do mundo para ajudar a desenvolver novos dispositivos de segurança e atingir a meta máxima de eliminar todas as mortes em acidentes automobilísticos.

Em uma demonstração de suas mais recentes tecnologias de segurança no Centro Técnico Higashifuji próximo do Monte Fuji, no sul de Tóquio, a maior montadora de carros do mundo convidou jornalistas para sua nova fábrica que cria um ambiente virtual para analisar características de direção sob várias condições como embriaguez e sonolência.

A estrutura possui um compartimento em forma de cúpula colocada em cima de uma plataforma giratória sob trilhos que correm para os quatro lados em ângulos de até 25 graus que imitam a sensação de aceleração, frenagem e curvas em diferentes direções.

O compartimento de 4,5 metros de altura e de 7,1 metros de extensão pode acomodar qualquer modelo de carro e possui telas nos lados que mostram ambientes em movimento, dando ao motorista e passageiros a ilusão de movimento na estrada.

Grandes montadoras de carros como a Daimler AG e a Honda Motor Co possuem simuladores similares, mas o equipamento da Toyota é o primeiro a se mover lateralmente e possui o maior alcance com um comprimento de 35 metros de frente até a traseira e 20 metros da direita para a esquerda, disseram engenheiros.

"Ele ainda precisa de alguns ajustes, mas nós planejamos colocar o simulador em uso para valer no próximo mês de abril", disse Takashi Yonekawa, engenheiro sênior do centro.

Pela primeira vez desde a conclusão da instalação em setembro, a Toyota permitiu que repórteres entrassem no compartimento, também visível através de uma parede de vidro de uma sala adjacente. As imagens gráficas em movimento, uma representação fiel da realidade de 64 km de estrada em um setor perto da região, foi real o suficiente para fazer espectadores se sentirem enjoados mesmo quando o compartimento estava estacionado.

O sistema será usado para analisar o comportamento de motoristas sob diferentes condições e avaliar que tipo de medidas de seguranças podem ser úteis para reduzir acidentes nos futuros carros, disseram engenheiros.

As principais montadoras de carros estão competindo para desenvolver uma tecnologia de segurança importante também como uma ferramenta para atrair consumidores com dispositivos de valores agregados. A Toyota introduziu sua mais nova tecnologia em modelos como o sedan Lexus LS460, equipado com um sistema de detecção de pedestres.

(Por Chang-Ran Kim)