Comissão Européia multa Microsoft em US$1,35 bilhão

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008 07:50 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Européia impôs uma multa recorde contra a Microsoft no valor de 899 milhões de euros (1,35 bilhão de dólares) nesta quarta-feira por desafiar sanções determinadas para remediar violações de leis antitruste do bloco de países. A multa supera em muito o valor da penalidade original.

A Comissão, braço executivo da União Européia, impôs agora 1,68 bilhão de euros em multas pela violação original e por não cumprir as sanções decididas pelas autoridades. O órgão informou que nenhuma outra empresa havia ignorado sanções antes.

"A Microsoft foi a primeira empresa em 50 anos de políticas de defesa da concorrência da UE que foi multada pela Comissão por não atender a uma decisão antitruste", afirmou a comissária de proteção da competição do bloco de países, Neelie Kroes, em comunicado.

A Comissão decidiu em 2004 que a Microsoft não forneceu as necessárias informações de interoperabilidade para empresas rivais que produzem softwares servidores. Esse tipo de programa opera impressoras e outros equipamentos e sistemas em pequenos grupos de escritório, mas precisa se conectar a computadores com Windows.

Em resposta à multa da Comissão Européia, a Microsoft afirmou que a penalidade refere-se a "questões passadas" e que agora a empresa está olhando para o futuro.

"Estamos analisando a ação da Comissão. A Comissão anunciou em outubro de 2007 que a Microsoft atendeu totalmente a decisão de 2004, então essas multas são sobre questões que foram resolvidas", informou a companhia em comunicado.

"Como demonstramos na semana passada com nossos princípios de interoperabilidade e ações específicas para aumentar a abertura de nossos produtos, estamos nos concentrando em medidas que melhorarão as coisas no futuro", acrescentou a empresa.

Depois de multar a Microsoft em 407 milhões de euros em 2004, a Comissão deu outra multa de 280,5 milhões de euros para a empresa em julho de 2006 por não atender às sanções até 21 de junho daquele mesmo ano.

(Por David Lawsky)

 
<p>Neelie Kroes, da Comiss&atilde;o Europ&eacute;ia, durante confer&ecirc;ncia sobre a multa que imp&ocirc;s &agrave; Microsoft, em Bruxelas. A Comiss&atilde;o Europ&eacute;ia imp&ocirc;s uma multa recorde contra a Microsoft no valor de 1,35 bilh&atilde;o de d&oacute;lares nesta quarta-feira por desafiar san&ccedil;&otilde;es determinadas para remediar viola&ccedil;&otilde;es de leis antitruste do bloco de pa&iacute;ses. Photo by Yves Herman</p>