Microsoft vê alta de 50% nas vendas do Windows Mobile

terça-feira, 27 de maio de 2008 10:19 BRT
 

Por Sheena Lee

TAIPÉ (Reuters) - A Microsoft espera que a venda global de seu sistema operacional Windows Mobile, voltado a celulares, cresça pelo menos 50 por cento ao ano nos anos fiscais de 2008 e 2009, à medida em que a demanda por telefones inteligentes (smartphones) cresce rapidamente.

"Crescimento de 50 por cento é o mínimo", afirmou Eddie Wu, diretor-gerente de sistemas embarcados da Microsoft na Ásia, à Reuters durante conferência nesta terça-feira.

Ele afirmou que a expectativa da Microsoft é de vender 20 milhões de unidades no ano fiscal 2007/2008 findo em junho, e espera crescimento de pelo menos 50 por cento anualmente nos próximos dois anos. A empresa vendeu cerca de 11 milhões de unidades do Windows Mobile no ano fiscal 2006/2007 findo em junho.

"Realmente ainda vemos um crescimento muito bom (para nosso software para aparelhos móveis) nos mercados como o europeu e os Estados Unidos", apontou Wu.

Wu acrescentou que o crescimento do Windows Mobile deve ser mais rápido na Ásia Pacífico, Oriente Médio, Brasil, Rússia e Índia.

A divisão de comunicação móvel da Microsoft oferece sistemas operacionais para smartphones e outros aparelhos móveis com base na plataforma Windows Mobile. Seus clientes incluem a sul-coreana Samsung Electronics, Motorola, High Tech Computer (HTC) e Asustek Computer .

A Microsoft concorre com sistemas operacionais baseados no Symbian, que são usados em celulares fabricados por empresas como Nokia e LG Electronics . A gigante do software também enfrenta no segmento forte concorrência de outras empresas como Apple, Research in Motion e Palm.

"Mesmo que a Microsoft esteja crescendo a um ritmo de 50-60 por cento, isso não significa que ela possa ganhar tanta participação uma vez que os sistemas operacionais da Microsoft e Apple ainda são muito pequenos se comparados aos sistemas Symbian", afirmou o analista do Citigroup, Kevin Chang.

"Mas eles (a Microsoft) são uns dos poucos sistemas que oferecem plataformas com tela sensível ao toque, isso ajuda eles crescerem", apontou Chang.