Corte de Nova York acusa Dell de envolvimento em fraude

terça-feira, 27 de maio de 2008 18:31 BRT
 

SEATTLE (Reuters) - Uma Corte de Nova York condenou a Dell nesta terça-feira alegando que a fabricante de computadores norte-americana está envolvida em fraudes, propaganda enganosa, negócios obscuros e prática de acúmulo abusivo de dívidas.

O juiz da Suprema Corte do Estado de Nova York, Joseph Teresi, afirmou que a Dell enganou os consumidores com ofertas "sem juros" para compras a prazo pela financeira da companhia, mas que embutiam os juros de forma oculta.

A Procuradoria Geral de Nova York, que entrou com o processo contra a Dell em maio de 2007, informou que irá calcular e determinar quanto a companhia terá de pagar restituições aos seus consumidores.

A companhia não estava imediatamente disponível para comentários.

(Reportagem de Daisuke Wakabayashi)