Sony Ericsson faz alerta de lucro em meio à queda de demanda

sexta-feira, 27 de junho de 2008 12:15 BRT
 

Por Veronica Ek

ESTOCOLMO (Reuters) - A fabricante de celulares Sony Ericsson alertou na sexta-feira que não terá lucro no segundo trimestre devido à queda na demanda por seus aparelhos mais caros. O alerta fez as ações da co-proprietária Ericsson recuarem até 11 por cento.

Na semana passada, James Marshall, vice-presidente mundial de marketing da Sony Ericsson, havia dito à Reuters que as projeções para o segundo trimestre pareciam fortes.

A Sony Ericsson, controlada pela Ericsson e pela Sony, anunciou em comunicado que o lucro foi prejudicado por queda na demanda por celulares de médio e alto preço e por atrasos no lançamento de produtos. A empresa afirmou que o mercado está "desafiador".

"A Sony Ericsson está sentindo os efeitos da dependência de mercados maduros, que estão sofrendo impacto da desaceleração na economia mundial", disse Geoff Blaber, analista da CCS Insight.

Os analistas estavam preparados para condições de mercado inferiores, depois de um primeiro trimestre desastroso para a empresa e em meio a sinais continuados de que os consumidores estão sofrendo com a crise internacional do crédito, com a alta nos preços do petróleo e com a ansiedade econômica generalizada.

Mas a notícia desta sexta-feira sugere que as condições são ainda piores do que se imaginava, apesar dos analistas afirmarem que a fraqueza parece se relacionar mais à Sony Ericsson especificamente do que às fabricantes de celulares como um todo.

"Os problemas não parecem estar relacionados a todo o mercado, ou ao setor em si", disse Mikko Ervasti, analista da Evli.

A Sony Ericsson anunciou que planeja embarcar 24 milhões de celulares no trimestre, a um preço médio de venda estimado em 115 euros. Um analista disse que esse preço médio é decepcionante.   Continuação...