CommScope vai fechar unidade de banda larga de Jaguariúna

segunda-feira, 28 de abril de 2008 07:07 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A CommScope, fabricante de soluções de infra-estrutura para redes de comunicação, vai fechar instalações de banda larga em Jaguariúna (interior de São Paulo), como parte da meta da empresa de eliminar centros de fabricação e distribuição redundantes para reduzir custos e aprimorar competitividade, informou a empresa em comunicado.

A unidade de Jaguariúna, que emprega aproximadamente 200 pessoas e produz principalmente produtos para banda larga por cabo, deve encerrar suas atividades no final de setembro, "sendo que a maioria do equipamento será distribuída para outras unidades, em outros pontos do globo", divulgou a companhia.

Estas mudanças não afetam a outra unidade brasileira da empresa em Sorocaba, segundo a CommScope.

"Este é o último passo nesta ação contínua de melhoria da nossa posição competitiva, no aprimoramento do nosso desempenho financeiro a longo prazo e na conquistas das nossas metas de custo-sinergia, associadas à aquisição da Andrew Corporation", disse no comunicado Brian Garrett, presidente e diretor operacional da CommScope.

"Sentimos pelo impacto sobre nosso pessoal de Jaguariúna e agradecemos sua grande contribuição durante os últimos oito anos. Entretanto, temos uma extensa estrutura mundial de fabricação e distribuição, que pode ser melhor utilizada e operada com mais eficiência por meio de unidades consolidadas."

A unidade de 67.400 metros quadrados em Jaguariúna foi adquirida em junho de 2000. Os custos e a economia obtidos com o fechamento da unidade farão parte da economia total e dos custos de transição anunciados, em conexão com a aquisição da Andrew, completada em dezembro de 2007, divulgou a companhia.

A CommScope também pretende descontinuar as atividades produtivas em suas unidades de Seneffe, na Bélgica; e de Capriate, na Itália.