TSE testa urna eletrônica com impressão digital neste ano

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 15:15 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começa a testar nas eleições municipais deste ano urnas eletrônicas de votação que identificam os eleitores por suas impressões digitais. O órgão tem como objetivo ter dados biométricos de todos os eleitores nos próximos dez anos, num projeto orçado em 200 milhões de reais.

Três municípios usarão o novo sistema em eleições deste ano: Fátima do Sul (MS), São João Batista (SC) e Colorado D'Oeste (RO), segundo a Agência Brasil.

Nessas cidades, em vez de levar o título de eleitor e assinar o comprovante de voto, os eleitores vão ser identificados pelas impressões digitais.

O cadastro que o TSE quer formar vai incluir a fotografia dos eleitores além de suas impressões digitais.

O projeto conta com o apoio da Polícia Federal e a parceria possibilita que técnicos da PF acompanhem a implantação do cadastro, informou o TSE.

Para a escolha dos locais de teste, o TSE respeitou os seguintes critérios: municípios com cerca de 15 mil eleitores; que estivessem na iminência de passar por um processo de revisão de seu eleitorado; que fossem sede de zona eleitoral e próximos à capital de seu Estado; e que atendessem à variabilidade necessária de teste das impressões digitais.

(Reportagem de Alberto Alerigi Jr.)