Celular pode ter causado morte de operário sul-coreano

quinta-feira, 29 de novembro de 2007 14:23 BRST
 

SEUL (Reuters) - Um operário sul-coreano de 33 anos foi encontrado morto com um celular queimado preso em seu peito, afirmaram a polícia e o médico que examinou o corpo nesta quinta-feira.

O homem, que foi declarado morto na chegada ao hospital, apresentava queimaduras no peito, costelas fraturadas e sangramento interno, afirmou o médico que o atendeu.

"Quando ele entrou na sala de emergência, o celular derretido estava preso no lado esquerdo de sua camisa", disse Kim Hoon, professor do departamento de emergência do hospital universitário de Chungbuk, que examinou o corpo.

"Eu não consigo pensar em outra causa para a morte além da explosão do celular dele", disse Kim.

A polícia informou que está investigando a possível causa da morte e se ela foi provocada por uma bateria defeituosa, publicou a agência de notícias Yonhap. As autoridades levarão 10 dias para completar a investigação sobre o que causou a morte do operário.

"Ele (a vítima) foi encontrado perto de uma escavadeira em obras em uma pedreira", disse um representante da delegacia de Cheongju Heungdeok, situada a 100 quilômetros ao sudeste de Seul.

A testemunha Kwon Young-sup afirmou à emissora YTN: "Ele estava deitado no chão e o celular dele ainda estava queimando quando eu apaguei o fogo."