Sharp investe US$200 mi para ampliar produção de células solares

quinta-feira, 29 de novembro de 2007 14:15 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - A Sharp anunciou na quinta-feira que investirá 22 bilhões de ienes (200 milhões de dólares) para ampliar capacidade de produção de células fotovoltaicas do tipo "thin film" em mais de 10 vezes até outubro de 2008, em meio a uma escassez de silício e demanda crescente por energia limpa.

As células solares do tipo "thin film" usam um centésimo do silício necessário em células fotovoltaicas convencionais, o que reduz tempo de produção e custos, informou a Sharp em comunicado.

A maior fabricante de células fotovoltaicas do mundo informou que planeja expandir a capacidade de produção de células thin film para 160 megawatts por ano ante nível atual de 15 megawatts anuais de sua fábrica em Nara, no oeste do Japão.

A Sharp divulgou anteriormente que também planeja aumentar a capacidade de produção de células thin film com uma nova fábrica a ser instalada em Osaka e que começará a operar em 2010. A unidade tem previsão de alcançar os 1.000 megawatts por ano.