Infineon alerta sobre queda nos lucros

quinta-feira, 29 de maio de 2008 13:19 BRT
 

Por Georgina Prodhan

FRANKFURT (Reuters) - A fabricante de chips Infineon alertou sobre problemas de lucros e vendas para os seus chips de comunicação sem fio, dizendo que um projeto que a levaria a fornecer componentes para a Nokia estava sofrendo atrasos, o que gera novas incertezas quanto ao setor de celulares e causou queda nas ações da empresa.

Um porta-voz disse que a companhia havia recebido pedidos inferiores aos esperados em um projeto não identificado de fornecimento de chips HSDPA para celulares com acesso de alta velocidade à Internet, o que levou analistas a especular que o novo iPhone, da Apple, pode ser lançado em volume inferior ao previsto.

A Infineon, cujo presidente-executivo anunciou esta semana que deixaria o cargo antecipadamente devido a divergências quanto a estratégia, anunciou na quinta-feira que antecipava agora um prejuízo operacional maior e vendas estagnadas em sua unidade de comunicações, neste trimestre, ante o trimestre anterior.

A quarta maior fabricante mundial de chips para comunicação sem fio havia previsto anteriormente um prejuízo operacional mais baixo e maiores vendas nessa unidade, que responde por cerca de um terço das vendas das operações básicas do grupo, excluída a subsidiária Qimonda, que fabrica chips de memória.

O alerta se segue a uma projeção cautelosa da Texas Instruments, outra produtora de chips, que no mês passado reduziu sua projeção de vendas alegando cautela entre seus clientes e baixa demanda pelos celulares de preço mais elevado.

O anúncio surge também um dia depois que o grupo de pesquisa Gartner anunciou queda acentuada nas vendas de celulares na Europa Ocidental durante o período janeiro-março.

O atraso no contrato de fornecimento de chips à Nokia envolve chips baratos para aparelhos de custo ultrabaixo dirigidos aos mercados em desenvolvimento.

A Nokia anunciou que o desenvolvimento dos aparelhos estava dentro do prazo, e que ela não seria afetada pelo anúncio da Infineon porque dispunha de múltiplos fornecedores para o projeto.