Ubisoft vê crescimento do mercado de games até 2011

quinta-feira, 29 de maio de 2008 14:56 BRT
 

PARIS (Reuters) - A francesa Ubisoft espera que o mercado mundial de videogames continue crescendo até pelo menos 2010 ou 2011, mais do que alguns estimam, afirmou o chefe da maior fabricante européia de videogames nesta quinta-feira.

O principal executivo da empresa na América do Norte disse em meados de maio que o mercado pode atingir o pico em 2009, mas o presidente-executivo da Ubisoft, Yves Guillemot, afirmou à Reuters ser mais otimista.

"Pode haver um pico nos mercados dos consoles em 2009, o que significa um pico no mercado de games em 2010 ou 2011", apontou Guillemot em entrevista durante conferência anual de produtos da empresa.

"Até o ponto que me preocupa, não creio termos visto tudo o que o mercado pode nos oferecer. Estamos de fato numa nova revolução porque novos clientes estão chegando ao mercado. Se pudermos atendê-los com bons produtos o mercado não atingirá um auge logo adiante."

A Ubisoft produz títulos como "Assassin's Creed" e games com temática militar criados com o autor de livros de suspense Tom Clancy.

A empresa sustenta que o atual ciclo de demanda por consoles é diferente dos anteriores, em parte por causa da chegada dos "jogadores casuais" -- um novo tipo de consumidor que não jogava games digitais no passado.