World of Warcraft abre novos horizontes para Vivendi Games

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 15:49 BRT
 

Por Sarah Marsh e Astrid Wendlandt

PARIS (Reuters) - A unidade de videogames da Vivendi, que já foi um negócio deficitário para o grupo francês de mídia, goza atualmente de uma das maiores margens de lucro da indústria graças a um jogo: World of Warcraft.

O título reuniu mais de 10 milhões de usuários desde seu lançamento em 2004 e o presidente da Vivendi Games, Rene Penisson, diz que criou um novo mercado para a companhia e para a indústria como um todo.

"Eu creio que há um grande mercado que está se abrindo", disse Penisson à Reuters na sexta-feira, em entrevista após a apresentação de resultados anuais do grupo. "Está mudando a maneira como as pessoas jogam videogames."

A rival francesa da Vivendi, Infogrames, que controla a Atari nos Estados Unidos, afirmou este mês que os jogos online serão o motor de crescimento da indústria e comporão um quarto de todos os games da indústria em três anos.

World of Warcraft é um videogame no qual os usuários fazem amigos e inimigos em um mundo virtual formado por druidas, goblins e fadas, e algumas vezes encontram suas almas-gêmeas na vida real.

Ano passado, o pacote de expansão "The Burning Crusade" superou expectativas de vendas e a Vivendi espera que o mesmo aconteça com o segundo pacote para o game, "Wrath of the Lich King", que será lançado no segundo semestre deste ano.

Entre 2003 e 2007, a Vivendi Games dobrou seu faturamento para mais de 1 bilhão de euros (1,52 bilhão de dólares) e transformou um prejuízo operacional de cerca de 200 milhões de euros em um lucro de 181 milhões.

"World of Warcraft tem sido o elemento essencial que transformou a Vivendi Games", disse Penisson.   Continuação...