HP, Intel e Yahoo querem fazer da Web serviço de infra-estrutura

quarta-feira, 30 de julho de 2008 12:11 BRT
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - Três gigantes da tecnologia --Hewlett-Packard, Intel e Yahoo -- formaram uma aliança para um projeto de pesquisa que ajudará a tornar os serviços via Web em ferramentas de uso confiável e do cotidiano.

As empresas estão unindo forças com pesquisadores na Ásia, Europa e Estados Unidos para criar uma rede experimental que permita que os pesquisadores testem projetos de "computação em nuvem", serviços que cobrem toda a Web e atingem bilhões de usuários simultaneamente.

O objetivo deles é promover a colaboração aberta entre pesquisadores de empresas, acadêmicos e governamentais, pela remoção de barreiras financeiras e logísticas à cooperação em projetos que usam computadores intensivamente e abarcam toda a Internet.

Os membros fundadores do consórcio dizem que o objetivo é nivelar o campo de jogo para os pesquisadores individuais e organizações de todos os tamanhos, a fim de conduzir pesquisas sobre software, administração de redes e o hardware necessário a oferecer serviços em toda a Web, com a chegada de bilhões de usuários de computadores e telefones à rede.

"Nenhuma instituição ou empresa isolada conseguirá resolver esse problema", disse Prabhakar Raghavan, diretor da Yahoo Research e professor consultor em ciência da computação na Stanford University.

A computação em nuvem se tornou o novo lema do setor. Trata-se de um termo impreciso usado para descrever como o hardware e software conectados pela Internet, e no passado fornecidos como produtos separados, podem ser administrados como serviços via Web, sob o mesmo modelo empregado pelas empresas de infra-estrutura.

"O planeta todo pode vir a confiar nesse tipo de serviço, como o faz quanto ao abastecimento de eletricidade", disse Raghavan, em referência ao esforço para fazer toda espécie de recurso, de comunicações diárias a compra e entretenimento, serviços sempre disponíveis a qualquer usuário da Web.

"Estamos todos tentando mudar de uma carroça puxada por um cavalo a uma carroça empurrada por um milhão de formigas", disse Raghavan sobre a necessidade de permitir que computadores administrem milhões de pequenas tarefas, acrescentando que a capacidade disponível na Web variaria amplamente. "O desafio pode envolver um bilhão de formigas hoje e um milhão de formigas amanhã."   Continuação...