Sem impacto da crise espanhola, Telefónica supera previsões

quinta-feira, 31 de julho de 2008 14:33 BRT
 

Por Robert Hetz

MADRI (Reuters) - A Telefónica anunciou nesta quinta-feira resultados melhores que os previstos e dissipou as preocupações de que a desaceleração econômica na Espanha teria um forte impacto em suas contas.

A operadora, que também atua como concessionária no Estado de São Paulo e ainda controla 50 por cento da Vivo, informou que seu lucro líquido caiu 6,2 por cento no primeiro semestre do ano, para 3,593 bilhões de euros.

O resultado, afetado na comparação com o ano anterior por conta da venda das participações de Airwave e Endemol em 2007, foi melhor que as previsões dos analistas, que esperavam queda de 13,1 por cento.

"Em termos comparáveis, a elevação dos ganhos é de 29 por cento", disse a operadora espanhola em seu balanço.

As receitas, em parte afetadas por alguns desinvestimentos e pela evolução cambial adversa, cresceram 1,2 por cento, para 28,149 bilhões de euros, enquanto o resultado antes de juros e amortizações (OIBDA) caiu 1,3 por cento, para 11,123 bilhões de euros.

Os analistas consultados pela Reuters esperavam, em média, um OIBDA de 10,913 bilhões de euros.

O grupo informou que os resultados do primeiro semestre estão em linha com os objetivos da companhia de crescimento esperados para todo o ano.

A Telefónica fixou como meta elevar este ano seus lucros entre 6 e 8 por cento em termos orgânicos e elevar a OIBDA entre 7,5 e 11 por cento.   Continuação...