24 de Setembro de 2008 / às 14:46 / 9 anos atrás

Setor de tecnologia corre para fechar trimestre em meio à crise

Por Jim Finkle

BOSTON (Reuters) - As empresas de tecnologia vão acelerar a assinatura de contratos antes que o trimestre se encerre, na semana que vem, à medida que os consumidores, assustados com o colapso do setor financeiro norte-americano, começam a evitar gastos.

"Não é preciso muito para levar pessoas a desistir de assinar alguma coisa porque se sentem preocupadas, e eu diria que a preocupação no momento é imensa", disse Ron Enderle, principal analista do Enderle Group, que assessora empresas sobre a aquisição de produtos de tecnologia.

Algumas vendas podem ser adiadas para depois de 30 de setembro, e os vendedores estarão sob pressão para reduzir preços, o que representa uma dupla armadilha para os fornecedores de tecnologia.

Kevin O'Marah, analista da AMR Research, disse que até 10 por cento dos contratos de tecnologia previstos para o trimestre podem ser adiados ou cancelados devido à preocupação com a possibilidade de que a crise financeira agrave a fraqueza existente na economia.

"Veremos com certeza uma certa queda", disse O'Marah. "Alguém que esteja pensando sobre um projeto que não está 100 por cento garantido pode, dada a situação, decidir adiar."

Os bancos de investimento dos Estados Unidos estão sendo vendidos ou procurando novos investidores, depois da crise do setor hipotecário, o que faz com que reverberem temores em toda a economia de que os negócios vão se desacelerar e o crédito vai desaparecer.

As empresas de tecnologia há muito têm tido de correr para fechar contratos no final de cada trimestre, mas a situação se torna ainda mais difícil quando a economia é fraca.

Isso acontece porque os compradores decidem o momento de fazer aquisições com base na teoria de que fabricantes de hardware como EMC, IBM e Hewlett-Packard e produtores de software como Symantec, VMware, McAfee e Citrix Systems determinam o preço de seus produtos como a indústria automotiva. Nesse setor, as concessionárias de automóveis oferecem grandes descontos no final do trimestre de modo a cumprir suas metas de vendas.

Companhias de tecnologia geralmente negam que dão descontos mais generosos ao final de cada trimestre, mas isso não desencoraja clientes de esperar até o final de cada período de três meses para fechar acordos.

Tim Ghriskey, vice-presidente de investimentos da Solaris Asset Management, que administra ativos avaliados em cerca de 2 bilhões de dólares, informou que a corrida de final de trimestre tende a afetar mais os produtores de software que os fabricantes de hardware.

"As companhias de software notoriamente conseguem cumprir ou perder um trimestre nos últimos dias dele. Dado o ambiente econômico, o risco de deixar de cumprir metas trimestrais definitivamente aumentou", disse Ghriskey.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below