Dell faz mistério sobre possível celular da empresa

quinta-feira, 25 de setembro de 2008 13:34 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - O presidente-executivo da Dell, Michaell Dell, fez mistério nesta quinta-feira ao ser questionado sobre a possibilidade da companhia lançar seu próprio celular, depois que o Google anunciou esta semana a chegada do primeiro telefone móvel equipado com seu sistema operacional.

Perguntado se a Dell lançará seu próprio celular, seguindo o exemplo do Google, ele afirmou: "Não este ano" e acrescentou que, de toda a forma, os aparelhos da Dell com chips de comunicação estão ficando cada vez menores.

Ao ser novamente questionado sobre o assunto, com uma pergunta sobre a chance de a empresa lançar um celular no próximo ano, Dell respondeu apenas: "Pergunte isso para mim ano que vem."

A Dell, segunda maior fabricante mundial de PCs, espera crescer mais rápido que outras companhias do setor, disse o executivo.

"Vocês verão a Dell crescer mais rápido que o restante da indústria na Europa e no mundo."

Perguntado a respeito do impacto da turbulência nos mercados financeiros sobre a companhia, Dell afirmou: "Eu tenho certeza de que haverá algum impacto, qual será esse impacto não é algo exatamente claro dada a natureza da situação." Ele acrescentou que os negócios da Dell são diversificados e crescentes no Brasil, Rússia, Índia e China.

Dell afirmou que a empresa continuará a expandir a rede de lojas de varejo, concentrando o esforço da companhia nessa área nos Estados Unidos e na China, mas também tendo crescimento na Europa.

"Nos dêem um par de trimestres e vocês verão nossa presença no varejo dobrar na Europa", disse o fundador da Dell.

A companhia recentemente alterou seu modelo de negócios de um puramente focado em vendas pela Internet e telefone para um que utiliza também lojas no varejo.   Continuação...

 
<p>Presidente da Dell, Michael Dell, faz pronunciamento em Nova D&eacute;lhi, em 13 de agosto. Nesta quinta-feira, o executivo fez mist&eacute;rio ao ser questionado sobre a possibilidade da companhia lan&ccedil;ar seu pr&oacute;prio celular, depois que o Google anunciou esta semana a chegada do primeiro telefone m&oacute;vel equipado com seu sistema operacional.</p>