ENTREVISTA-Economia brasileira robusta favorece alemã SAP

sexta-feira, 26 de setembro de 2008 14:30 BRT
 

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - Fusões entre concorrentes brasileiras e cenário volátil nos mercados norte-americano e europeu. O panorama pode não parecer muito favorável para uma companhia alemã de softwares empresariais, mas a SAP, ao contrário, diz não ter do que se queixar.

O executivo Alberto Ferreira, há pouco mais de um ano na presidência da SAP Brasil, afirmou, em entrevista à Reuters, que "o mercado brasileiro tem ajudado bastante", na medida em que a economia está não só estável, mas robusta para que a própria SAP e as rivais vivam momentos favoráveis.

"O país passou para um outro patamar de robustez", disse ele, citando que há seis ou sete anos atrás a economia estava bastante atrelada à política e hoje são coisas independentes.

Em relação ao recente anúncio de compra da Datasul pela Totvs, o que fortalece ainda mais a empresa brasileira que hoje lidera o mercado local de softwares de gestão, Ferreira vê mais uma oportunidade do que um problema.

"Posso dizer que minha metade do copo está transbordando. Eles não têm o mesmo produto nem a mesma posição que a SAP", afirmou.

De acordo com Ferreira, a fusão é normal porque "o mercado tem que se consolidar", mas em acordos como esse sempre existem clientes que estão insatisfeitos e aproveitam para mudar de fornecedor.

Ele conta, inclusive, que a SAP já conquistou clientes egressos de uma das duas concorrentes após o anúncio da fusão, feito no final de julho. O nome dos clientes, entretanto, foi mantido em sigilo.

Segundo a pesquisa anual sobre o uso de informática nas empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e divulgada em maio deste ano, quando se avalia só o software de gestão (da sigla em inglês ERP), a Totvs liderava o mercado em 2007 com 24 por cento das instalações pesquisadas, enquanto a SAP estava na sequência, com 23 por cento. A Datasul, por sua vez, respondia por 16 por cento dos softwares ERP usados.   Continuação...