Indústria de tecnologia ainda está otimista, diz Microsoft

sexta-feira, 26 de setembro de 2008 16:10 BRT
 

SANTA CLARA, Estados Unidos (Reuters) - O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, afirmou que ainda vê "certo ânimo" entre consumidores de tecnologia e telecomunicações por todo o mundo, apesar das recentes preocupações econômicas nos Estados Unidos.

"Nossa indústria não está imune ao que acontece na economia global. Mas, ainda assim, conforme eu viajo... percebo que as pessoas ainda têm um certo ânimo com relação ao mercado", disse Ballmer em uma reunião com líderes cívicos no Vale do Silício.

"Pelo menos por agora, eu não diria que as pessoas estão se sentindo otimistas, mas estão se sentindo melhores do que quem estiver assistindo à CNBC durante todo o dia", disse ele sobre o canal de televisão de notícias financeiras.

Ballmer, líder da maior empresa de software do mundo, disse que estava falando mais à respeito da indústria em geral do que sobre seu próprio negócio. "Nós estamos a uma semana do fim do trimestre, então eu não tenho nada de tão interessante a dizer", brincou ele.

Analistas de Wall Street, em média, esperam que a empresa tenha crescimento de 8 por cento em receita, para pouco menos de 15 bilhões de dólares durante o primeiro trimestre fiscal, que termina em setembro.

 
<p>O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, fala sobre o papel da Microsoft no ramo de tecnologia em Santa Clara, Calif&oacute;rnia, dia 25 de setembro. Ele afirmou que ainda v&ecirc; "certo &acirc;nimo" entre consumidores de tecnologia e telecomunica&ccedil;&otilde;es por todo o mundo, apesar das recentes preocupa&ccedil;&otilde;es econ&ocirc;micas nos Estados Unidos. REUTERS/Lou ematteis/Microsoft/Handout (UNITED STATES). NO SALES. NO ARCHIVES. FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS.</p>