Nokia vai vender divisão de dispositivos de segurança de rede

segunda-feira, 29 de setembro de 2008 12:18 BRT
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia está em negociações avançadas para vender suas operações com dispositivos de segurança de rede para um investidor do setor financeiro e suspenderá o desenvolvimento de software corporativo, informou a companhia nesta segunda-feira.

As medidas devem afetar cerca de 700 pessoas no total, com a maior parte delas, 500 funcionários, trabalhando na "lucrativa" unidade de segurança.

Niklas Savander, diretor da área de serviços e software, informou à Reuters que a companhia espera concluir a venda da unidade, que oferece produtos como firewalls e redes virtuais privadas (VPNs), nas próximas semanas.

A Nokia se concentrará no desenvolvimento e venda de celulares corporativos e vai se aliar com empresas como Microsoft, IBM e Cisco para ter uma oferta mais ampla para empresas.

"Isso é uma revisão significativa de nossa estratégia de negócios que ressalta a magnitude dos desafios enfrentados pela Nokia em sua aposta em serviços Web para consumidores", disse o analista Geoff Blaber, da CCS Insight.

A área de comunicação sem fio corporativa da Nokia foi construída ao redor da aquisição da empresa norte-americana de email Intellisync por 430 milhões de dólares em 2006.

"A solução Intellisync da Nokia tem tido dificuldades para competir diante de ofertas da RIM e da Microsoft", disse o executivo.

A aquisição da Intellisync não necessariamente foi em vão. Importantes componentes da tecnologia da Intellisync serão provavelmente usadas na entrega da suíte de serviços Ovi", disse Blaber.

Depois do encerramento da operação, a nova unidade de Serviços e Software da Nokia será dedicada a produtos para consumidores.

"Acreditamos que com uma agenda menor nós podemos ter um impacto maior", acrescentou.