Ação da Apple recua com preocupação sobre gasto do consumidor

segunda-feira, 29 de setembro de 2008 15:35 BRT
 

Por Jim Finkle

BOSTON, Estados Unidos (Reuters) - As ações da Apple despencavam mais de 13 por cento nesta segunda-feira, na maior queda em sete anos. Os papéis da companhia são pressionados por preocupações com o gasto dos consumidores diante da desaceleração da economia norte-americana.

Duas corretoras cortaram seus preços-alvo para a ação da empresa, além de previsões de lucro e recomendação dos papéis da Apple, que produz os players de mídia digital iPod e o celular iPhone.

"Estamos preocupados com o fato de que as estimativas não tenham sido revisadas para baixo para refletir a redução global na demanda dos consumidores...", escreveu em nota a analista Kathryn Huberty, do Morgan Stanley.

Ela disse que Wall Street continua a desdenhar as ações da Apple, com 27 de 32 analistas considerando a ação "overweight", ou acima do mercado. O Morgan Stanley cortou o seu preço alvo para 115 dólares ante 178 dólares, e sua recomentação para "equal-weight", ou igual ao valor de mercado, ante a "overweight".

A analista também cortou sua previsão de lucro fiscal para 2009 para 5,47 dólares por ação, ante 5,91 dólares.

Incluindo a queda de segunda-feira, a ação perdeu mais de um terço de seu valor ao longo do último mês.

Mike Abramsky, analista da RBC Capital, escreveu em uma nota a investidores que o percentual de consumidores planejando comprar um computador pessoal nos próximos 90 dias que pretendem comprar um Mac, ao invés de um PC de outro fabricante, teve o seu maior declínio nos últimos dois anos e meio, de agosto a setembro.

Ele citou resultados de uma pesquisa mensal que sua empresa conduz com a empresa de pesquisa Changewave, que foca na demanda por computadores da Apple, da Dell Inc (DELL.O), da Hewlett-Packard Co (HPQ.N) e de outros fabricantes.

Abramsky rebaixou a ação para "sector perform" ante "outperform", e cortou seu preço alvo para 140 dólares ante 200 dólares. Ele cortou a previsão de lucro da empresa para 2008, 2009 e 2010.