Lenovo está pronta para nova aquisição, diz jornal

terça-feira, 30 de setembro de 2008 10:08 BRT
 

HONG KONG (Reuters) - A Lenovo, quarta maior fabricante de computadores do mundo, está pronta para fazer sua próxima grande aquisição apesar do clima de desaceleração da economia mundial, publicou o jornal South China Morning Post, nesta terça-feira.

"Apesar de ainda estarmos cautelosos, é tempo para nós de assumirmos outro desafio", disse o vice-presidente financeiro da companhia, Wong Wai Ming, ao jornal.

A declaração foi o sinal mais forte até agora de que a maior fabricante de computadores da China, que comprou a área de PCs da IBM por 1,25 bilhão de dólares em 2005, está se posicionando para consolidar mais a indústria em meio a atual crise econômica, segundo o jornal.

Informações publicadas pela imprensa neste mês afirmaram que a Siemens está planejando vender sua participação na joint-venture Fujitsu Siemens Computers para a parceira Fujitsu.

A Fujitsu estão venderia a área da joint-venture voltada para consumidores domésticos pois estaria mais interessada em negócios para empresas. Com isso, a Lenovo surgiu como uma possível compradora.

Wong não comentou sobre potenciais alvos.

"Temos visto o valor de empresas cair neste mercado, o que representa oportunidades de crescimento para nós seja por aquisição, seja por parceria", disse Wong, de acordo com o jornal.

Ao final de 30 de junho, a Lenovo tinha reservas líquidas em caixa de 1,8 bilhão de dólares.

Wong disse que a empresa, que também é afetada pela redução no valor das empresas por causa da fraqueza da economia, não hesitará em assumir dívida "se houver um acordo que absolutamente faça sentido", publico o jornal citando o executivo.

A Lenovo perdeu a terceira posição no ranking mundial de fabricantes de PCs para Acer em 2007 depois que a agressiva companhia de Taiwan superou a rival chinesa na compra da européia Packard Bell.