Apesar da alta do dólar, Oi mantém oferta por ações da Amazônia

quinta-feira, 9 de outubro de 2008 16:42 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Oi anunciou nesta quinta-feira que mantém os termos da oferta pública que fará pelos papéis da Amazônia Celular dia 22 deste mês, apesar da alta do dólar e da queda do Ibovespa.

A empresa reconhece alta de mais de 20 por cento na cotação da moeda norte-americana entre 29 de agosto e a quarta-feira desta semana, assim como a queda de mais de 20 por cento no índice Ibovespa até 3 de outubro, sobre 29 de agosto, quando promoveu leilão pelas ações da holding Tele Norte Celular Participações.

Mesmo assim, a Oi afirma que as condições estabelecidas para o leilão de 22 de outubro "serão mantidas por ora".

Em 22 de setembro, ela elevou em 48,7 por cento o preço oferecido pelas ações em circulação da Amazônia Celular, operadora que ela comprou da Vivo em dezembro passado.

O preço inicialmente oferecido era de 25,50 reais, mas a Oi elevou-o para 38 reais no mês passado. A oferta envolve 47,2 milhões de reais.

Apesar das ações da Amazônia terem poucos negócios e, por isso, baixa liquidez, a Oi pretende, com a oferta pública, simplificar a estrutura societária da companhia e pensa, inclusive, em substituir os papéis por ações de sua própria emissão, como ela mesma já declarou.

(Por Taís Fuoco, Edição de Alberto Alerigi Jr.)