Blogs do Cazaquistão acusam governo de censura

sexta-feira, 10 de outubro de 2008 19:35 BRT
 

ALMATY (Reuters) - Usuários de Internet no Cazaquistão reclamaram de uma espécie de censura nesta sexta-feira, depois de se virem impossibilitados de acessar o popular serviço de blogs Livejournal, mas a empresa de telecomunicações estatal negou estar bloqueando o acesso.

Aliados de Rakhat Aliyev, antigo enteado do presidente Nursultan Nazarbayev, que caiu no ano passado, começaram seu próprio blog no Livejournal em junho com constantes críticas ao governo.

"Isso é ultrajante. Eles costumam fechar jornais e canais de televisão e agora estão fechando a Internet", um blogueiro do Livejournal disse em um post.

Um porta-voz da empresa russa SUP, que controla o website, disse que o próprio Livejournal não tem feito nenhum tipo de bloqueio aos usuários do Cazaquistão.

"Os fatos mostram que não há problemas técnicos do nosso lado", disse ele. "Não houve nenhum tipo de reação ou das empresas de telecomunicações ou do governo do Cazaquistão", acrescentou.

Muitos daqueles que continuam a utilizar o Livejournal a partir do Cazaquistão o fazem através de pequenos provedores de Internet que ainda dão acesso ao serviço de blogs ou utilizam sites que mascaram sua localização.

A estatal Kazakhtelecom disse não ter nada a ver com o problema.

"Nós iremos estudar, mas não estamos fazendo nada com esse propósito", disse o diretor de tecnologia da Kazakhtelecom, Marat Abdildabekov, a jornalistas.

Aliyev, que foi condenado à revelia a 40 anos de prisão por crimes que incluem tentativa de golpe e sequestro, vive na Áustria onde uma corte local avalia extraditá-lo ao seu país. Ele alega ser inocente.   Continuação...