AMD diz que Justiça dos EUA encerra caso antitruste sem medidas

segunda-feira, 13 de outubro de 2008 13:49 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O Departamento de Justiça norte-americano encerrou avaliação sobre uma eventual violação das regras competitivas entre os fabricantes de chips gráficos e decidiu não tomar nenhuma ação, afirmou a AMD, nesta segunda-feira.

A empresa, segunda maior fabricante de chips de computador do mundo, informou que o Departamento de Justiça informou a ela e à ATI Technologies na sexta-feira que a investigação estava encerrada sobre os preços e as práticas de mercado na venda de chips gráficos.

A AMD ingressou no segmento de chips gráficos depois da aquisição da canadense ATI, em outubro de 2006. O Departamento de Justiça dos EUA iniciou o processo em dezembro daquele mesmo ano, quando citou judicialmente a AMD e a Nvidia.