Apple corta preço de notebooks para menos de US$1 mil

terça-feira, 14 de outubro de 2008 16:04 BRT
 

CUPERTINO, Estados Unidos (Reuters) - A Apple cortou o preço nesta terça-feira de seu modelo de notebook mais barato para 999 dólares, em uma ação que espera atrair compradores em uma época em que temores de recessão são refletidos na economia.

A Apple também apresentou uma nova linha de MacBooks revestidos de alumínio, com preços iniciando em 1.299 dólares.

As ações da empresa, que tiveram valorização de 20 por cento desde a última semana, quando a companhia fez convites à imprensa para um evento sobre notebooks, caíram 5 por cento na Nasdaq, para 104,64 dólares. Muitos analistas esperavam que o preço do notebook mais barato caísse para 899 dólares.

"Ruim para a ação hoje, bom para a ação daqui a alguns meses", disse Gene Munster, analista da Piper Jaffray, ao dizer que as novas máquinas parecem boas, mesmo que o novo preço não seja tão baixo quanto Wall Street esperava.

O preço de 999 dólares será para o modelo atualizado de seu notebook branco. As novas máquinas de alumínio usarão chips gráficos da Nvidia e processadores da Intel.

Quando perguntado se a Apple entrará no mercado de pequenos portáteis, também conhecidos como netbooks (com telas de 7 e 9 polegadas), Steve Jobs, presidente-executivo da empresa, disse que "é um mercado embrionário" e que a Apple irá acompanhar como ele irá se desenrolar.

(Reportagem de David Lawsky e Gabriel Madway)

 
<p>Steve Jobs, presidente-executivo da Apple, apresenta novos laptops MacBook e MacBook Pro em evento em Cupertino, Calif&oacute;rnia, no dia 14 de outubro. A Apple cortou o pre&ccedil;o nesta ter&ccedil;a-feira de seu modelo de notebook mais barato para 999 d&oacute;lares, em uma a&ccedil;&atilde;o que espera atrair compradores em uma &eacute;poca em que temores de recess&atilde;o s&atilde;o refletidos na economia. REUTERS/Kimberly White (UNITED STATES)</p>