NEC se alia a rivais de PCs para vender netbooks

sexta-feira, 17 de outubro de 2008 12:16 BRT
 

TAIPÉ/TÓQUIO (Reuters) - A empresa japonesa NEC está de olho no novo mercado de netbooks, unindo-se em uma marcha liderada por outros grandes rivais de PCs para vender notebooks menores e mais baratos com sua marca a partir do próximo mês.

Com telas menores que notebooks convencionais e com menos recursos, os netbooks são destinados aos mercados emergentes e compradores que já têm um outro computador. Nomes de peso, incluindo a Dell, Hewlett-Packard e Acer, lançaram aparelhos similares.

"Nós começaremos a vender em breve", o presidente-executivo da NEC, Kaoru Yano, disse em uma conferência de imprensa em Taiwan.

"No Japão, nós definimos estes aparelhos como sendo um segundo notebook, e haverá um certo grau de demanda aqui", disse ele.

Nenhuma previsão de data de entrega, entretanto, foi dada.

O "LaVie Light", da NEC, será lançado no Japão no dia 6 de novembro, terá peso de 1,17 quilogramas com um disco rígido. O netbook será vendido por 65 mil ienes (643 dólares), de acordo com um comunicado da NEC nesta sexta-feira.

Comparativamente, o popular Eee PC, da Asustek Computer, é vendido por preços entre 299 e 699 dólares.

Em julho, a Fujitsu revelou um plano para lançar minicomputadores deste tipo, ao preço de 500 a 700 dólares para vendas na China, Hong Kong e Cingapura, depois de aumento da demanda por PCs portáteis para complementar um PC mais potente em casa.

No Japão, um PC de baixo custo compete com telefones portáteis compatíveis com visualização de televisão e funções de download de música, e pode canibalizar o mercado e telefones celulares.

A NEC também é a maior fabricante japonesas de equipamentos de redes de telecomunicações, e produz semicondutores usados em computadores, carros e eletrônicos.

(Reportagem de Baker Li e Mayumi Negishi)