Rússia anuncia investimento bilionário no setor espacial

terça-feira, 21 de outubro de 2008 10:54 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia vai gastar bilhões de dólares nos próximos três anos a fim de consolidar seu papel de destaque no setor espacial, disse o primeiro-ministro Vladimir Putin nesta terça-feira.

O ex-presidente disse numa reunião do governo, segundo a imprensa local, que a Rússia, responsável por 40 por cento de todos os lançamentos espaciais, vai destinar mais de 200 bilhões de rublos (7,68 bilhões de dólares) do orçamento federal para o desenvolvimento do setor espacial entre 2009 e 2011.

A nave tripulada Soyuz e os veículos de carga Progress têm sido os principais meios de acesso à Estação Espacial Internacional desde que a explosão do ônibus espacial Columbia, dos EUA, em 2003.

"É óbvio que este status de parceiro internacional confiável deveria ser constantemente mantido", disse Putin na reunião especial realizada na região siberiana de Krasnoyarsk.

A Nasa (agência espacial dos EUA) pretende aposentar sua frota de ônibus espaciais até 2011.

"Evidentemente , entre 2011 e 2016 os Estados Unidos não possuirão uma nova nave espacial para substituir o ônibus espacial", disse Anatoly Perminov, diretor da agência espacial russa, a Roskosmos, a Putin, segundo as agências de notícias.

"Então a nave russa arcará com a maior parte dos trabalhos de transporte e manutenção, bem como a substituição das tripulações e o lançamento de naves de carga européias e japonesas de vez em quando", acrescentou.

Putin disse que a Rússia já tem mais de cem satélites, e que o número vai crescer, possivelmente para o desenvolvimento de um sistema nacional de navegação por satélite. Também deve haver pesquisas geológicas a partir do espaço, controle ambiental e monitoramento dos recursos agrícolas, florestais e hídricos.

O primeiro-ministro disse ser necessário fazer um uso mais eficiente dos feitos espaciais, pois do contrário a Rússia "poderia perder um mercado promissor em sua própria terra."

(Reportagem de Dmitry Solovyov)

 
<p>Primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, o vice-primeiro ministro Sergei Ivanov e outras autoridades visitando uma companhia de sat&eacute;lite em Zheleznogorsk. Putin afirmou nesta ter&ccedil;a-feira que a R&uacute;ssia pretende investir bilh&otilde;es de d&oacute;lares em sua ind&uacute;stria espacial nos pr&oacute;ximos tr&ecirc;s anos. REUTERS/RIA Novosti</p>