Em oferta voluntária, Oi compra 74% das ações PN da Amazônia

quinta-feira, 23 de outubro de 2008 17:15 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Oi adquiriu 74,12 por cento das ações preferenciais da Amazônia Celular na oferta pública voluntária realizada na quarta-feira, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira ao mercado de capitais.

A companhia decidiu suspender as ofertas obrigatórias pelos papéis da Amazônia e da holding Tele Norte Celular enquanto recorre ao colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Na semana passada, a área técnica da CVM acatou o recurso de um investidor e entendeu que os preços oferecidos deveriam ser maiores que os anunciados pela Oi, o que motivou o recurso da operadora e a suspensão do processo.

A operadora manteve, entretanto, as ofertas voluntárias, das quais já tinha feito, inclusive, a da Tele Norte.

Com as ações adquiridas na quarta-feira, a Oi passou a deter o equivalente a 91,11 por cento dos papéis sem direito a voto da companhia.

A Oi comprou o controle da Amazônia Celular, que pertencia à Vivo, em dezembro passado. Ela aguarda finalizar a compra das demais ações em circulação para poder simplificar a atual estrutura societária.

Enquanto isso, a Oi também aguarda a publicação, por parte da Presidência da República, do decreto de um novo Plano Geral de Outorgas (PGO) para pedir a anuência da Anatel e do Cade à compra da Brasil Telecom, com a qual ela assinou acordo em abril deste ano.

(Por Taís Fuoco)