Microsoft anuncia que próximo Office terá versão online

terça-feira, 28 de outubro de 2008 16:04 BRST
 

Por Daisuke Wakabayashi

LOS ANGELES (Reuters) - A próxima atualização do pacote de aplicativos de escritório Office da Microsoft incluirá uma versão que edita documentos e planilhas em um navegador da Web, anunciou a empresa na terça-feira.

A versão online do Office, que incluirá os programas Word e Excel, tem por objetivo impedir que concorrentes como o Google venham a solapar a liderança da Microsoft no setor e expandir o mercado de um dos produtos mais lucrativos da empresa.

A Microsoft não comentou sobre a data planejada de lançamento da próxima versão do Office, apelidada "Office 14", mas os intervalos de atualização do programa vêm sendo de dois a três anos, e a versão atual do Office saiu em janeiro de 2007.

A empresa informou que os aplicativos Office disponíveis na Web serão versões leves do Word, Excel, do software de apresentações PowerPoint e do programa de colaboração OneNote. Os arquivos do Office poderão ser administrados e editados por meio de um navegador da Web ou a partir de um celular.

A Microsoft, maior produtora de software do mundo, viu surgir uma onda de novos concorrentes, de empresas iniciantes ao Google, que oferecem software de processamento de texto, planilhas e apresentações via Web gratuitamente e custeados por publicidade ou por meio de planos mensais de assinatura.

O Google Docs oferece planilhas, processamento de dados e software de apresentações via Internet como serviço gratuito.

"Ninguém, nenhum de nossos concorrentes, fará trabalho tão bom no celular, na Web ou no computador", disse Chris Capossela, vice-presidente sênior da divisão Office da Microsoft.

A empresa anunciou o lançamento na Professional Developer's Conference, uma reunião anual de engenheiros e programadores que promove para comunicar seus futuros planos.

A Microsoft vinha resistindo a oferecer o pacote Office online, optando por vender licenças para aplicativos instaláveis. A empresa permite que usuários troquem arquivos via Office Live, um serviço gratuito e bancado por publicidade que também oferece mais funções aos assinantes que optarem por pagamento mensal.