Lucro da Sony cai 90% com iene forte e declínio de câmeras

quarta-feira, 29 de outubro de 2008 08:21 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - A Sony sofreu uma queda de 90 por cento no lucro trimestral, afetada por valorização do iene e por vendas fracas de câmeras digitais. A companhia manteve perspectiva de queda de 58 por cento no lucro anual.

A forte queda do resultado era esperada depois do conglomerado de eletrônicos e entretenimento ter cortado na última semana sua previsão de lucro operacional em 57 por cento, citando a valorização do iene e queda na demanda por câmeras digitais e TVs de tela plana.

A Canon seguiu esta semana o corte na perspectiva de lucro anual da Sony, apesar da Panasonic ter resistido à onda ao manter estimativa de crescimento de 8 por cento, apesar do duro ambiente econômico.

A Sony, que compete com a Canon no setor de câmeras digitais e com a Samsung no setor de televisores com telas de cristal líquido, reafirmou previsão de lucro operacional divulgada na última quinta-feira, de 200 bilhões de ienes (2,02 bilhões de dólares) para o ano que termina em março. O dado representa sensível queda ante os 475,3 bilhões de ienes obtidos um ano antes.

Alguns analistas da indústria, entretanto, esperam que a Sony apresente um lucro ainda menor para o atual ano comercial, uma vez que a última previsão é baseada no que eles consideram como suposições mais otimistas.

Analistas pesquisados pela Reuters Estimates em média prevêem um lucro operacional anual de 158,2 bilhões de ienes.

O lucro operacional totalizou 11,05 bilhões de ienes entre julho e setembro, ante 111,62 bilhões de ienes um ano antes.

O lucro líquido caiu 72 por cento, para 20,8 bilhões de ienes, sobre vendas de 2,07 trilhões de ienes, queda de 0,5 por cento.