América Móvil diz que não está em negociação para aquisições

quarta-feira, 29 de outubro de 2008 16:10 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A mexicana América Móvil, maior operadora de telefonia celular da América Latina, informou nesta quarta-feira que não está negociando novas aquisições na região.

Na terça feira, a companhia divulgou aumento de 31,6 por cento no lucro líquido, impulsionado por um número maior de vendas e menores encargos, embora a receita por usuário tenha caído no México.

A América Móvil, do magnata Carlos Slim, fez diversas aquisições na América Latina e agora opera em 17 países.

As ações da América Móvil, que foram duramente atingidas pela crise global de crédito nos últimos meses, caíam 0,7 por cento no mercado mexicano.

"Estamos aumentando a recompra de nossas ações nos últimos dois ou três meses, e espero que continuemos assim", disse o presidente-executivo da companhia, Daniel Hajj.

O lucro líquido da empresa no terceiro trimestre foi de 12,4 bilhões de pesos (1,13 bilhão de dólares).

(Reportagem de Noel Randewich e Tomas Sarmiento)