Nortel pode cortar até 5 mil vagas na próxima semana--analistas

terça-feira, 4 de novembro de 2008 19:37 BRST
 

Por Wojtek Dabrowski

TORONTO (Reuters) - A Nortel Networks pode eliminar entre 3 mil e 5 mil postos de trabalho quando detalhar seu plano de reestruturação mais recente na próxima semana, disseram analistas nesta terça-feira.

A companhia, maior fabricante de equipamentos de telefonia da América do Norte, disse em setembro que a economia mais fraca e os cortes de gastos por parte das operadoras de telefonia iriam levar a uma retração nas vendas.

Ela informou que esses fatores iriam exigir novos cortes de pessoal, mas não especificou um número.

Atualmente, a folha de pagamentos da Nortel tem algo como 32 mil empregados --abaixo do pico de mais de 90 mil pessoas no ano 2000, antes do estouro da bolha da Internet.

Ela anunciou em fevereiro que poderia cortar mais 2,1 mil empregados, mas não deixou claro quantos desses postos já foram eliminados até agora.

A empresa baseada em Toronto deve divulgar os resultados do terceiro trimestre no dia 10 de novembro e analistas disseram que a empresa poderá apresentar mais detalhes do mais recente programa de reestruturação.

Ao mesmo tempo em que a Nortel precisa controlar seus custos, também está limitada no número de trabalhadores que pode cortar de uma vez, segundo Ed Snyder, analista do Charter Equity Research.

"Você enfrenta problemas estruturais quando corta pessoas demais de uma vez", disse ele. "Isso causa uma ampla ruptura", acrescentou, explicando que o espírito da equipe sofre e que os empregados que ficam podem começar a procurar trabalho em outro lugar.

Snyder afirmou não esperar que a Nortel corte mais de 10 por cento de sua força de trabalho.