Google desiste de acordo com Yahoo após pressão da Justiça

quarta-feira, 5 de novembro de 2008 14:34 BRST
 

Por Diane Bartz

WASHINGTON (Reuters) - O Google cancelou planos de uma parceria de busca patrocinada com o Yahoo diante da oposição de órgãos reguladores e anunciantes, segundo o diretor de assuntos legais do Google em um post no blog da companhia nesta quarta-feira.

O Yahoo expressou consternação com a decisão do Google, dizendo estar "desapontada que o Google tenha decidido sair do acordo em vez de defendê-lo na Justiça".

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos, em um comunicado divulgado nesta quarta-feira, disse ter avisado o Google que planejava entrar com um processo para barrar o acordo com base em regras antitruste.

"Caso as companhias tivessem implementado o acordo, a competição com o Yahoo sofreria impacto imediatamente no que se refere às páginas de busca", disse o Departamento de Justiça.

O Google e o Yahoo, respectivamente número 1 e número 2 no mercado de buscas na Internet, anunciaram a planejada parceria em junho, mas adiaram a sua implantação para permitir que o Departamento de Justiça pudesse analisar os aspectos concorrenciais.

O Google informou que desistiu do acordo para evitar uma batalha jurídica.

"Depois de quatro meses de revisão, incluindo discussões sobre variadas possibilidades de mudanças no acordo, está claro que os órgãos reguladores e alguns anunciantes continuam preocupados sobre essa parceria", disse David Drummond, diretor de assuntos legais do Google, no blog da companhia.

"Estamos, é claro, desapontados de que esse acordo não tenha seguido à frente", acrescentou o executivo.

Juntos, o Google e o Yahoo controlam mais de 80 por cento do mercado de buscas na Internet, de acordo com a comScore Inc.