Fones bluetooth e GPS estão em baixa para o Natal

quinta-feira, 6 de novembro de 2008 14:59 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - Qual é o eletrônico menos procurado nesta temporada de festas?

Bem, os televisores de tela larga e os celulares continuam em voga, mas os consumidores apertados devem deixar de lado qualquer coisa relacionada ao entretenimento doméstico ou em carros porque esse tipo de aparelho eletrônico é considerado como dispensável em uma crise.

Isso inclui alto-falantes e computadores e até mesmo sistemas de navegação em GPS produzidos por empresas como a TomTom e a Garmin.

Item bastante popular ainda no ano passado, o GPS pode perder espaço porque é um equipamento dispendioso e não é considerado como essencial, de acordo com Stephen Baker, analista do grupo de pesquisa NPD.

"O GPS pode enfrentar algumas questões de demanda. Na comparação entre necessidade e gastos discricionários, essa é uma categoria sem muita penetração, o que a beneficia. Mas a parte negativa vem de pessoas que se perguntem se realmente precisam daquilo", disse Baker.

Uma recente pesquisa nacional nos Estados Unidos afirma que a duvidosa distinção de produtos eletrônicos menos procurados da temporada de festas cabe aos fones Bluetooth, aqueles aparelhos do tamanho de polegares que algumas pessoas apreciam por sua conveniência, mas que outras ridicularizaram por sua aparência estranha.

A pesquisa online conduzida no mês passado a pedido do serviço de leilões online eBay também constatou que apenas 5 por cento das pessoas que desejavam produtos eletrônicos pessoais queriam um aparelho Blu-ray.

Até mesmo os chamados "sistemas de videogames retrô", e um jogo específico, o "Dance Dance Revolution Hottest Party II", foram rejeitados.

Porta-retratos digitais, aparelhos que podem exibir dezenas de imagens diferentes e até ser atualizados por conexão remota com a Internet, também podem sair prejudicados caso os orçamentos dos consumidores os forcem a optar entre um e outro produto eletrônico, disse Baker.

"Muita gente considera que as molduras eletrônicas são interessantes, mas pode terminar dizendo que seria melhor comprar uma nova câmera digital", disse o analista.