ENTREVISTA-Novo comando quer preparar a Certisign para crescer

segunda-feira, 10 de novembro de 2008 15:10 BRST
 

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O executivo José Luiz Poço chegou ao comando da Certisign com a missão de preparar a companhia para o crescimento esperado de 10 vezes na área de certificação digital em um período de cinco anos.

Fundada em 1996, a empresa brasileira tem como sócios minoritários a norte-americana VeriSign, o braço de venture capital da Intel (Intel Capital) e o fundo de investimentos Darby. Três sócios brasileiros, entretanto, ainda controlam 70 por cento da companhia.

Segundo Poço, esse é um mercado recente em todo o mundo, não só no Brasil. Por isso, apesar da companhia ter 12 anos, começou a profissionalizar a gestão neste ano com vistas para o crescimento projetado.

Em 2008, o segmento de certificação digital deve movimentar 100 milhões de reais no Brasil, mas a expectativa das empresas que atuam no segmento é que a cifra atinja 1 bilhão de reais em cinco anos.

"Toda transação, todo trâmite de documento requer certificação", citou ele, para demonstrar o potencial do segmento. A certificação digital garante o respaldo legal a um documento que trafega na Internet.

Em 2007, a companhia faturou 35 milhões de reais, mas a previsão para 2008 é que a receita alcance 40 milhões -- uma alta de 14 por cento -- e salte entre 35 por cento e 50 por cento em 2009.

Para isso, Poço conta com a incursão da empresa em mercados empresariais como o financeiro, aéreo e médico.

"Em nível governamental, especialmente na Receita Federal, a adoção (da certificação digital) já é bem grande", citou o executivo, em entrevista à Reuters.   Continuação...