Fremantle, produtora de "Ídolos", fecha acordo com YouTube

segunda-feira, 10 de novembro de 2008 18:02 BRST
 

Por Georgina Prodhan

LONDRES (Reuters) - A FremantleMedia, produtora dos programas de TV "Ídolos", fechou acordo para produzir programas que serão veiculados exclusivamente pelo YouTube, dividindo a receita com o site de vídeo.

A Fremantle, parte do grupo televisivo europeu RTL, anunciou que o acordo selaria uma parceria já iniciada com os canais Fremantle no YouTube para programas de sucesso como "The X Factor", uma série de busca de novos talentos que faz grande sucesso no Reino Unido, e "Hole in the Wall", uma série australiana.

"Depois de um período de experiências de criação, a FremantleMedia está cimentando seu relacionamento de distribuição de conteúdo conosco", disse Patrick Walker, diretor de parcerias de vídeo do YouTube na Europa, Oriente Médio e Ásia, nesta segunda-feira.

A Fremantle usará a tecnologia VideoID, do YouTube, que analisa conteúdo em vídeo em busca de violações de direitos autorais, e depois permite que o detentor dos direitos autorais bloqueie o vídeo, deixe-o lá para promover o conteúdo ou coloque anúncios ao seu lado.

Claire Tavernier, diretora da FMX, a divisão de novas mídias da Fremantle, disse que o acordo oferece uma chance de faturar pela primeira vez, ao veicular conteúdo da Fremantle no YouTube, além de oferecer oportunidades de promoção dos programas da empresa no site.

Ela se recusou a estimar o faturamento que o acordo pode gerar, mas apontou que o site de "American Idol" faturou 13 milhões de dólares no ano passado.

"Sabemos que existe dinheiro nessa área, e também sabemos que o YouTube tem a audiência", ela disse à Reuters por telefone. "Essa é uma maneira crucial de aproveitar esse valor".

O YouTube, maior site de distribuição de vídeo do mundo, foi adquirido dois anos atrás pelo Google e também acaba de fechar acordo para exibir programas de TV do arquivo da Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) na íntegra, a fim de reforçar sua receita publicitária por meio de conteúdo profissional.

No mês passado, o YouTube havia anunciado uma parceria semelhante com a rede de TV CBS.