Serviço de buscas do Google rastreia gripe nos EUA

quarta-feira, 12 de novembro de 2008 09:33 BRST
 

Por Maggie Fox

WASHINGTON (Reuters) - O gigante das buscas online Google lançou uma ferramenta que ajudará os especialistas em saúde dos Estados Unidos a rastrear a epidemia anual de gripe.

O Google Flu Trends utiliza termos que as pessoas inserem em seu programa de buscas para determinar em que áreas do país a gripe está em ascensão e notifica o Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos em tempo real.

"Descobrimos que certos termos de busca são bons indicadores de atividade da gripe", anunciou o Google em comunicado.

"O que a ferramenta faz é tomar os termos de busca por gripe e doenças semelhantes, no Google, e emular um sinal que nos informa sobre o volume de atividade relacionada a gripe que está acontecendo", disse Lyn Finelli, diretora de vigilância contra a gripe no CDC, em entrevista telefônica.

Estudos indicam que entre 35 e 40 por cento de todas as visitas à Internet são iniciadas por pessoas que buscam informações de saúde. Quando uma pessoa adoece, tende a realizar buscas sobre seus sintomas.

O Google está mantendo o sigilo sobre os termos de busca que ele considera na varredura, mas os sintomas da gripe e similares incluem febre, dores musculares e tosse. Espirros em geral acontecem devido a outros vírus, como os rinovírus.

Atualmente, o CDC depende de centros que reportam sobre as pessoas que procuram seus médicos apresentando sintomas semelhantes aos da gripe e de testes de laboratório que confirmam se o paciente sofre da doença.

Mas muitos pacientes de gripe não vão ao médico e a maioria dos médicos prescreve tratamentos com base nos sintomas, raramente realizando um teste de gripe.   Continuação...