Investidores pressionam por venda da Sun Microsystems

quarta-feira, 12 de novembro de 2008 12:26 BRST
 

Por Anupreeta Das e Jim Finkle

SÃO FRANCISCO/BOSTON, Estados Unidos, 12 de novembro (Reuters) - A Sun Microsystems poderá ser forçada a organizar sua venda, ou parte de seus ativos, diante de uma crise financeira mundial que aumenta os problemas que atingem a fabricante de computadores de alto desempenho. A empresa vem enfrentando problemas desde o estouro da bolha da Internet no início dos anos 2000.

Mas a restrição do mercado de crédito e o desafio de dar valor ao conjunto da softwares, hardware e serviços interligados da Sun poderá afastar compradores em potencial, como os rivais na produção de servidores Hewlett-Packard, IBM e Dell, disseram analistas.

No último mês, a empresa de investimentos Southeastern Asset Management anunciou que se tornou a principal investidora na Sun, detendo um quinto de suas ações, e informou que pode abordar o conselho de administração da empresa sobre negociações com "terceiros" sobre alternativas.

Outros investidores, como a empresa de private equity Kohlberg Kravis Roberts (KKR) , também poderão apoiar uma possível venda para recuperar dinheiro. A KKR tem um assento no conselho da Sun e teve de registrar perda contábil de 700 milhões de dólares relacionada a investimento na companhia.

"Eu não vejo uma estratégia convincente apresentada pela administração", disse Shebly Seyrafi, analista da Calyon Securities, acrescentando que a Sun pode estar pressionada para ser divida em duas se a direção falhar em reanimar a companhia.

As ações da Sun despencaram 77 por cento este ano, mais que o dobro do recuo do índice Nasdaq. Na terça-feira, os papéis da empresa encerraram cotados em cerca de 4 dólares, o menor valor em 13 anos. A ação se desvalorizou 98 por cento desde 2000, época do boom das empresas de tecnologia.

Em outubro, a Sun sofreu prejuízo trimestral de 1,7 bilhão de dólares e o presidente-executivo, Jonathan Schwartz, disse que medidas de corte de custos estavam sendo trabalhadas.

Juntamente com HP, IBM e Dell, três especialistas do setor de tecnologia citaram Cisco e Fujitsu como interessados naturais na Sun. Eles falaram sob condição de anonimato, já que disputarão o negócio se a Sun se colocar à venda.   Continuação...