Nokia vê mercado de celular recuando em 2009

sexta-feira, 14 de novembro de 2008 12:17 BRST
 

HELSINQUE (Reuters) - A maior fabricante de celulares do mundo, Nokia, afirmou que o mercado de telefonia móvel deve ser mais fraco do que o esperado no quarto trimestre por causa da crise econômica e que deve recuar mais em 2009.

A empresa previu 1,24 bilhão de celulares sendo vendidos no mundo este ano, volume menor que a estimativa anterior de 1,26 bilhão.

"Nas últimas poucas semanas, a crise econômica global, combinada com uma volatilidade de câmbio sem precedentes, resultou em um recuo no gasto dos consumidores", informou a Nokia em comunicado.

"Os volumes de telefones móveis serão menores no quarto trimestre de 2008 em relação ao anteriormente esperado. Nós estimamos agora que os volumes de aparelhos serão de aproximadamente de 330 milhões."

A Nokia também informou que estima que os volumes de celulares vendidos serão menores em 2009 do que o comercializado em 2008.

A fabricante de celulares afirmou que espera que sua participação de mercado no quarto trimestre se mantenha ou seja levemente maior em relação ao terceiro trimestre. Enquanto isso, as vendas e a lucratividade de aparelhos e serviços importantes da empresa serão prejudicados.

(Por Sakari Suoninen)

 
<p>Nokia v&ecirc; mercado de celular recuando em 2009. A maior fabricante de celulares do mundo, Nokia, afirmou que o mercado de telefonia m&oacute;vel deve ser mais fraco do que o esperado no quarto trimestre por causa da crise econ&ocirc;mica. A empresa previu 1,24 bilh&atilde;o de celulares sendo vendidos no mundo este ano, volume menor que a estimativa anterior de 1,26 bilh&atilde;o. REUTERS/Fabrizio Bensch</p>