Fabricantes de chips prevêem queda de vendas em 2009

terça-feira, 18 de novembro de 2008 10:23 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - As vendas globais de semicondutores devem cair 2,2 por cento em 2009 devido à fraca demanda por eletrônicos em todo o mundo, informou nesta terça-feira o World Semiconductor Trade Statistics (WSTS), revisando previsão feita em maio de crescimento de 5,8 por cento.

Gigantes da produção de chips, como Intel e Samsung, estão se fortalecendo contra vendas mais fracas de computadores na temporada de festas de fim de ano e até para os meses seguintes, ao passo em que a crise econômica atinge a confiança do consumidor.

O mercado de chips encolherá para 256 bilhões de dólares no próximo ano, ante os 261,9 bilhões de dólares em 2008, informou o WSTS. O grupo reúne 66 fabricantes de chips, responsáveis por cerca de 80 por cento do mercado global.

Companhias de semicondutores por todo o mundo estão cortando produção e investimentos. A Taiwan Semiconductor Manufacturing, maior empresa terceirizada para fabricação de chips do mundo, anunciou nesta terça-feira que congelou contratações depois de ter registrado a maior queda em vendas mensais.

As vendas de microchips devem cair 9,8 por cento nas Américas no próximo ano, seguidas por um declínio de 3,8 por cento no Japão e queda de 3,6 por cento na Europa, informou o WSTS.

As vendas na região Ásia-Pacífico irão desacelerar para crescimento de 1,1 por cento em 2009, ante expectativa de crescimento de 7,6 por cento este ano.

O grupo industrial também cortou previsão para 2008 e 2010. Os fabricantes de chips agora esperam que as vendas aumentem a uma taxa anual de 2,5 por cento em 2008, ante previsão anterior de 4,7 por cento, à medida que vendas são paralisadas antes da temporada de fim de ano e estoques se acumulam, abaixando os preços.

O grupo industrial também revisou a previsão de crescimento para 2010 de 8,8 por cento para 6,5 por cento, para 273 bilhões de dólares.

Quando os fabricantes de chips usam menos linhas industriais e equipamentos, isso significa más notícias para os fornecedores de equipamentos de fabricação de microchips, tais como Applied Materials e Tokyo Electron.