Microsoft descarta aquisição do Yahoo; busca ainda interessa

quarta-feira, 19 de novembro de 2008 16:12 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, descartou nesta quarta-feira uma aquisição do Yahoo, mas disse que sua empresa estava interessada em retomar as negociações quanto a uma parceria em serviços de busca na Web.

As ações do Yahoo caíram 13 por cento depois da declaração, revertendo os avanços que haviam registrado esta semana devido às esperanças renovadas dos investidores quanto a uma nova oferta da Microsoft pelo grupo de Internet, agora que Jerry Yang, que era contrário ao negócio, anunciou que deixará o posto de presidente-executivo do Yahoo.

"Permitam-me ser tão claro quanto venho tentando ser sobre esse assunto, publicamente: nós deixamos para trás toda a possibilidade de negociar a aquisição do Yahoo", disse Ballmer durante a assembléia anual de acionistas da Microsoft, em resposta a uma pergunta sobre a situação do negócio com o Yahoo.

"Já repeti a afirmação diversas vezes. De alguma forma as pessoas continuam a se confundir", acrescentou Ballmer. "Nós achávamos que tínhamos uma proposta que fazia sentido. Não fez sentido para eles. Nós a deixamos para trás".

A Microsoft retirou sua oferta de adquirir o Yahoo por 47,5 bilhões de dólares em maio, depois que Yang e o conselho da empresa rejeitaram o valor como baixo demais. A produtora de software então propôs adquirir os negócios de busca do Yahoo, mas este optou, em lugar disso, por assinar um acordo de parceria com o Google para publicidade vinculada a buscas.

O acordo com o Google terminou fracassando, depois que as autoridades regulatórias dos Estados Unidos expressaram preocupação quanto a uma aliança entre os dois maiores serviços de busca da Web.

A Microsoft afirmou que continua interessada em um acordo sobre serviços de busca com o Yahoo e Ballmer reiterou essa informação na quarta-feira.

"Não temos discussões ativas quanto a isso. Mas estaríamos muito abertos à idéia. No entanto, as discussões sobre uma aquisição estão encerradas", afirmou.

As ações do Yahoo caíram 13 por cento, para 10,04 dólares, e as da Microsoft sofreram queda de 3,5 por cento, para 18,93 dólares.

(Reportagem de Franklin Paul)