Samsung vê chance de mercado celular ficar abaixo do esperado

segunda-feira, 24 de novembro de 2008 11:45 BRST
 

SEUL (Reuters) - A Samsung, segunda maior fabricante de celulares do mundo, anunciou nesta segunda-feira que o mercado global de telefones móveis pode deixar de cumprir por pouco a previsão da empresa de expansão de 9 por cento em 2008 e não excluiu a possibilidade da indústria encolher em 2009.

"O atual crescimento do mercado global em termos unitários pode ficar pouco abaixo de nossa previsão inicial de expansão de 9 por cento", disse James Chung, porta-voz da Samsung.

"Para o próximo ano, é possível que o mercado tenha crescimento de um único dígito, ou até mesmo negativo", acrescentou Chung.

A perspectiva pessimista da Samsung ecoa um aviso emitido em 14 de novembro pela maior fabricante mundial de celulares, a Nokia. A empresa informou que o mercado global de telefones móveis cairá no quarto trimestre e no próximo ano, em um momento em que o declínio econômico atinge a demanda por todo o mundo.

A Nokia previu na ocasião que 1,24 bilhão de aparelhos serão vendidos em todo o mundo este ano, uma queda ante estimativa anterior de 1,26 bilhão de aparelhos, e informou que os volumes do mercado de celulares e de equipamentos para telecomunicações em geral devem cair no próximo ano.

A Samsung divulgou previsão de crescimento do mercado de celulares de 9 por cento em junho e até agora não emitiu nenhuma previsão relativa a 2009.

Os fabricantes de celulares permaneceram praticamente ilesos diante da crise econômica este ano, mas sucessivas advertências da Nokia, Qualcomm e Intel podem sinalizar para uma rápida deterioração da demanda gerada por consumidores de eletrônicos.