Gartner vê queda no mercado de celulares em 2009

terça-feira, 25 de novembro de 2008 09:57 BRST
 

HELSINKI (Reuters) - As vendas de celulares em 2009 devem cair por alguns pontos percentuais ante os números deste ano, devido aos efeitos da desaceleração econômica sobre a demanda mundial, anunciou na segunda-feira o grupo de pesquisa Gartner.

As maiores fabricantes mundiais de celulares, Nokia e Samsung Electronics, também projetaram queda no mercado no ano que vem.

Os fabricantes de celulares se mantiveram relativamente imunes à crise econômica mundial ao longo deste ano, mas alertas sucessivos vindos da Nokia, Qualcomm e Intel sinalizaram uma rápida deterioração na demanda por bens eletrônicos de consumo.

O Gartner informou que as vendas de celulares na maior região, Ásia Pacífico, subiram em 13,8 por cento no terceiro trimestre, mas alertou que o crescimento estancaria no quarto trimestre.

"Antecipamos que o declínio na economia mundial e a queda na renda disponível que ele acarreta deva causar estagnação nas vendas regionais durante o quarto trimestre de 2008", afirmou o analista Anshul Gupta em comunicado.

As vendas de celulares na Europa Ocidental caíram em oito por cento no terceiro trimestre ante o período em 2007, para 54,3 milhões de aparelhos.

Os fabricantes de celulares venderam 308,5 milhões de celulares no mundo entre julho e setembro, com a demanda dos países emergentes resultando em alta de seis por cento ante o período em 2007, de acordo com o Gartner.

O volume de vendas de celulares nos mercados emergentes ultrapassou o dos países desenvolvidos em 2005.

A participação de mercado da Nokia subiu a 38,2 por cento no trimestre, ante 37,8 por cento no período em 2007, de acordo com o grupo de pesquisa.   Continuação...