Ações da RIM caem com anúncio de menores vendas de celulares

terça-feira, 25 de novembro de 2008 16:39 BRST
 

TORONTO (Reuters) - As ações da Research in Motion, fabricante do BlackBerry, caíram em quase 10 por cento na terça-feira, depois que uma empresa de pesquisa anunciou expectativa de queda nas vendas de celulares em 2009, devido aos efeitos adversos da desaceleração econômica sobre a demanda.

As ações da RIM caíram em 5,01 dólares canadenses, para 50,26 dólares canadenses na bolsa de Toronto. Elas estavam cotadas a 150,30 dólares canadenses há apenas cinco meses.

A queda nas ações, que vêm demonstrando instabilidade, surgiu depois que o grupo de pesquisa Gartner anunciou que as vendas de celulares devem cair em quatro por cento no ano que vem, ante este ano. As vendas cairão devido à redução na renda disponível, segundo a empresa.

A RIM vem pressionando agressivamente no mercado de consumo para diversificar sua base de cliente para além dos executivos, advogados e outros profissionais liberais que vêm sendo sua base.

A RIM lançou uma versão articulada de seu celular inteligente BlackBerry, destinada ao mercado pessoa física, e também lançou o novo BlackBerry Storm, um aparelho dotado de tela de toque que serve como a resposta da companhia ao popular iPhone, da Apple.

A despeito da desaceleração econômica, o co-presidente executivo da RIM, Jim Balsillie, argumentou que os consumidores provavelmente não devem abrir mão de seus celulares novos, optando em lugar disso por adiar a compra de produtos de valor mais elevado como automóveis ou eletrônicos de alto preço.

Ainda assim, os analistas continuam preocupados com a capacidade da RIM para se manter firme no mercado diante da queda no consumo e das medidas de cortes de custo pelas empresas, que podem resultar em vendas mais baixas.

No começo do mês, Balsillie disse que o atual ambiente de mercado "é o mais intenso que já vivi".

A RIM deve anunciar resultados em dezembro.

(Por Wojtek Dabrowski)