27 de Novembro de 2008 / às 16:10 / em 9 anos

União Européia fecha acordo para ampliar competição entre teles

Por Huw Jones

BRUXELAS (Reuters) - Os governos da União Européia chegaram a um acordo nesta quinta-feira para ampliar a competição no mercado de telefonia e oferecer aos consumidores um número maior de opções de serviços de baixo preço.

“Trabalhamos para chegar a um acordo político dentro do Conselho de ministros”, disse o Ministro da Indústria francês Luc Chatel, em um encontro entre os ministros do bloco.

O Parlamento Europeu se uniu ao grupo de governos para trabalhar no pacote de autoria da Comissária de Telecomunicações da UE, Viviane Reding.

As negociações seguem agora para um acordo final que apare as diferenças entre a proposta de Viviane e o que os governos adotaram até agora.

Tanto os governos de cada país como o parlamento amenizaram parte das propostas originais de Viviane, mas o acordo ainda assim cria uma nova regulamentação ao setor e garante poderes ao governo para dividir operadoras em várias unidades de negócios, assim como formas de ampliar a competição e os direitos dos usuários.

“É óbvio que nosso texto é muito mais ambicioso que o texto atual sobre o qual se chega a um acordo”, disse Viviane aos ministros.

A Inglaterra, Suécia e Holanda se abstiveram de votar nesta quinta-feira, alegando preocupações com diferentes pontos que elas querem discutir melhor com o parlamento.

“Ainda temos de trabalhar em alguns pontos, mas não há nada que me faça acreditar que haverá uma interrupção no processo”, disse Catherine Trautmann, membro francês do parlamento que patrocina o encontro.

“Estou certa de que podemos ter um resultado até o final da legislatura”, acrescentou.

Viviane, por exemplo, propôs a criação de um órgão regulador financiado integralmente pela União Européia que também controle a segurança da Internet.

Já o parlamento gostaria de um órgão com menos poderes, parcialmente financiado pela União Européia e que não trate da segurança na Internet.

A adoção de uma postura oficial nesta quinta-feira é um sinal de que existe uma forte chance de um acordo final antes do próximo recesso parlamentar.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below