27 de Novembro de 2008 / às 17:12 / 9 anos atrás

Blogs se tornam fonte de informação sobre Mumbai

Por Melanie Lee

CINGAPURA (Reuters) - Blogueiros de todas as partes da cidade de Mumbai forneceram atualizações diretas da situação na cidade, após um grupo islâmico ter lançado uma onda de ataques no coração da cidade financeira da Índia. O fenômeno colocou em destaque a manifestação do jornalismo cidadão na cobertura de notícias.

Alguns blogueiros, incluindo um chamado Vinu, transmitiam de forma incessante fotos dos danos causados pelos ataques que deixaram pelo menos 101 mortos e feriram outras 287 pessoas, sendo muitos deles estrangeiros, incluindo ocidentais presos em hotéis de luxo.

As imagens dos atentados também foram colocadas no serviço de compartilhamento de fotos Flickr.

Alguns blogueiros forneceram descrições logo em seguida aos fatos, e chegaram a fazer comentários diretamente dos lugares onde aconteceram, enquanto outros expressavam suas emoções.

"Eu 'tweetei' por toda a noite, também, a partir de Mumbai. Alterada e brava", disse a empresária Dina Mehta, no seu blog www.dinamehta.com/blog.

O Twitter, popular ferramenta de "micro-blogging" em que os usuários se comunicam com postagem curtas de 140 caracteres ou menos, teve uma intensa atividade nesta quinta-feira.

Em um intervalo de cinco segundos, às 5h48 (horário de Brasília), foram publicadas 80 mensagens. Entre elas, constavam oferecimentos de ajuda e atualizações sobre a situação.

"Um terrorista saltou do edifício de Nariman ao de Chabad (...), um grupo de comando da polícia chegou no local", escreveu um "twiteiro".

O Twitter recebeu algumas críticas, assim como a blogosfera, por divulgar detalhes demais, que poderiam ter ajudado os seqüestradores nos hotéis com reféns.

"É um ataque terrorista. Não entretenimento. Portanto "twitteiros", por favor, sejam responsáveis com seus 'tweets'", disse um blogueiro identificado como primaveron@mumbai.

O analista de novos meios Cherian George ressaltou que acontecimentos como os atentados em Mumbai e Londres colocaram em destaque a manifestação do jornalismo cidadão e de conteúdo gerado pelo próprio usuário.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below