Telecom Italia se reúne com sindicatos para discutir demissões

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008 17:38 BRST
 

MILÃO (Reuters) - A Telecom Italia vai se reunir no dia 10 de dezembro com confederações sindicais para discutir o plano de 4.000 cortes de pessoal, anunciado em encontro com a comunidade financeira nesta semana, além das 5.000 demissões já anunciadas em setembro.

A informação foi fornecida à Reuters pelo secretário nacional da SLC Cgil, Emilio Miceli, maior sindicato do país italiano, que acrescentou que o órgão "não assinará dispensas. Sobre isso não há dúvidas".

Miceli disse que a entidade acertou com a companhia, em setembro deste ano, um plano de demissões voluntárias, que incluía aposentadoria incentivada, para um total de 5.000 empregados até 2010.

"Um processo de demissão voluntária já está aberto e, em seguida, por lei você não pode abrir um outro até 2010", disse Miceli. "Estamos esperando para ver quais as intenções da empresa no dia 10 de dezembro", acrescentou.

De acordo com as primeiras indicações da empresa, o novo programa de cortes de 4.000 pessoas envolvem 2.150 cargos do setor de atendimento ao cliente, incluindo o call center, 700 funcionários administrativos, 500 da área de vendas, 100 das operações de rede e 100 do segmento de tecnologia da informação, disse o secretário do sindicato.

(Reportagem de Stefano Rebaudo)